Português English
Contato
Publicado em: 13/03/2018

Doutorando Felipe Rosa ganha prêmio internacional

Sua pesquisa ganhou o Best Paper Award no evento PRIME-LA.

FELIPEROSA_PRÊMIO

Um computador ou smartphone que apresente erros de tempos em tempos não coloca em perigo a vida dos seus usuários, apesar do inconveniente. No entanto sistemas computadorizados estão sendo aplicados em larga escala em muitas aplicações críticas em termos de segurança dos usuários, como carros ou aviões, onde qualquer erro pode ser fatal, ou como em circuitos integrados para implantação em pessoas humanas. Nestes novos sistemas tanto os processadores e quanto as aplicações estão tornando-se muito mais complexas para satisfazer a necessidades dos consumidores por mais funcionalidades, por exemplo, self-driven cars (carros autônomos), aumentado a possibilidade do acontecimento de erros.

Em uma pesquisa relacionada a este tema, e para validar o correto funcionamento destes sistemas, que precisam iniciar a sua verificação o quanto antes para garantir o seu correto funcionamento, o doutorando do PGMicro, Felipe Rocha da Rosa, propõe em sua tese uma série de novas ferramentas e metodologias para a avaliação de tais sistemas complexos nos estágios iniciais de projeto. Atualmente, esta avaliação ocorre usando simuladores voltados para a exploração de novas arquiteturas de processadores e não para a validação de software, que são muito lentos para este uso. Com isso, Felipe Rosa ganhou o Best Paper Award do PRIME-LA, 2nd Conference on PhD Research in Microelectronics and Electronics (anais pelo IEEE XPlore), que aconteceu de 25 a 28 de fevereiro, junto ao IEEE LASCAS2018. O trabalho premiado foi “Early Evaluation of Multicore Systems Soft Error Reliability Using Virtual Platforms”, tendo como orientador o Prof. Ricardo Reis e como co-orientador o Prof. Luciano Ost da Universidade de Leicester.

Sobre sua pesquisa, Felipe Rosa diz que neste trabalho foram desenvolvidos injetores de falhas (para avaliar o software) utilizando plataformas virtuais que usam um novo paradigma de simulação mais adequado para avaliação de software. Além disso, foram desenvolvidas novas técnicas de injeção de falhas e novas metodologias para avaliação dos resultados obtidos desta simulação. Com isto, engenheiros de software podem, mais rapidamente e eficientemente, testar um sistema contra erros, mesmo antes da implementação física do sistema.

FELIPEROSA_PRÊMIO

Na imagem, Felipe Rosa recebendo o prêmio.